terça-feira, 24 de maio de 2011

Silêncio. Preciso ninar meu mundo e despertar profundo na aurora do presente.

Nenhum comentário: